5 curiosidades sobre o Parque Anália Franco (CERET)

Início » Blog » 5 curiosidades sobre o Parque Anália Franco (CERET)
Vantagens de ter um apartamento no Anália Franco

No bairro Jardim Anália Franco fica localizado o CERET, parque que recebe o nome da região. Ele é um dos principais pontos de lazer da Zona Leste, existindo na região desde a década de 70. Com quase 300 mil metros quadrados de área, não faltam opções para todos os gostos e idades.

Já que se trata de um ponto de tamanha importância para a localidade, nada melhor do que conhecer algumas curiosidades sobre o CERET. Para tanto, veja a seguir 5 pontos que vale a pena ficar sabendo de lá:

1. O parque tem uma das maiores piscinas da América Latina

No Parque Anália Franco está localizada uma imensa piscina, que tem dimensões de 100 por 50 metros. Embora seja repleto de área verde e de atividades diversas, esse elemento é um dos que mais chamam a atenção em toda a extensão do parque.

Suas dimensões fazem com que ela receba mais de 5 milhões de litros de água, o que a torna uma das maiores da América Latina. Ela é tão grande que, mesmo de vistas aéreas, é possível identificar a piscina com facilidade na selva de pedra que é a capital paulista.

 

2. O nome foi mudado e precisou retornar ao original

CERET é uma sigla que significa Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador. A sonoridade das vogais e consoantes faz com que a sua pronúncia seja muito simplificada e, logo, o nome do parque pegou por sua facilidade.

Em 2008, porém, houve uma tentativa de mudar a designação do local. Com a expectativa de que isso tornaria o nome mais simples, o lugar passou a se chamar Parque Esportivo do Trabalhador — ou PET.

O nome, entretanto, não pegou. E trouxe mais confusão do que facilidade. Em 2014, o local retornou para sua alcunha tradicional.

 

3. A primeira instalação paulista de rugby fica no local

O rugby é um esporte relativamente novo para os brasileiros. Como ganhou mais projeção na última década, mais pessoas começaram a ficar interessadas pela modalidade, de modo que novos espaços passaram a ser indispensáveis para tal prática.

Reconhecendo a demanda, o Parque Anália Franco não ficou de fora. Em 2010, o Estádio do Trabalhador começou a receber eventos, como treinos e competições, de rugby. Embora o foco principal ainda seja o futebol, ele se transformou na Arena Paulista de Rugby, que é a primeira da cidade.

 

4. O CERET não conta com estabelecimentos de alimentação

Apesar de todas as atividades que oferece e do tanto de espaço que está disponível, o local não possui lanchonetes ou restaurantes em seu interior. Em alguns dias, é possível realizar a compra de ambulantes que ficam do lado de fora do parque.

Esse ponto não chega a ser um empecilho para curtir todos os pontos positivos do lugar, mas é importante ir preparado. Quem tiver crianças pequenas, por exemplo, deverá levar lanches rápidos para não ter que ficar saindo do parque e comprá-los a todo instante.

 

5. A entrada é pública e gratuita

O CERET é cheio de atividades. Há espaços para caminhada, piquenique e aulas de yoga, karatê para crianças e até mesmo de adestramento para cães. Tudo isso poderia custar muito caro em qualquer outro canto da cidade. Por lá, entretanto, o acesso é gratuito.

A entrada é pública e você não precisa pagar mensalidade e nem qualquer coisa do tipo. Por si só, isso torna o espaço um dos mais benéficos da cidade, aumentando a qualidade de vida de seus frequentadores.

O CERET é um dos pontos mais importantes da Zona Leste de São Paulo, e conhecer suas curiosidades apenas o torna ainda mais interessante. E você, sabe de outra curiosidade do local? Conte aqui nos comentários.