Já pensou sobre investir em uma laje corporativa para montar um coworking?

Início » Blog » Já pensou sobre investir em uma laje corporativa para montar um coworking?
Já pensou sobre investir em uma laje corporativa para montar um coworking?
Postado em

Dentro do conceito de economia colaborativa, surgiu a possibilidade de criar espaços de coworking. Nele, diversos profissionais e empresas atuam de maneira conjunta, dividindo a mesma área e suas funcionalidades.

Uma laje corporativa, por sua vez, é útil para montar um local como esse, de modo que nenhum elemento seja deixado de fora. É fundamental conhecer quais são os pontos que podem — e devem — ser oferecidos em um empreendimento como esse.

Continue a ler o post e descubra a seguir todas essas características:

Salas privativas

Dependendo do tipo de laje corporativa escolhida, as salas privativas fazem parte da oferta de possibilidades para o coworking. Essa estrutura permite que uma empresa alie a colaboração com outros profissionais, sem perder, necessariamente, parte da privacidade.

Nesse caso, é possível criar setores em salas separadas ou mesmo incluir todos do mesmo negócio em uma mesma sala privativa. Trata-se de algo que permite o desenvolvimento segundo a ideia tradicional de a organização ter seu próprio espaço, mas sem abrir mão das diferenças ligadas a um local compartilhado.

É um serviço ideal para empreendimentos com um número de funcionários um pouco maior, colaborando para o desenvolvimento.

Sala para reunião

Imagine ser uma PME e poder receber o cliente em um local altamente profissional, com estrutura completa e que favorece o fechamento de contratos. Isso transmite uma imagem profissional a respeito do negócio e aumenta as chances de crescimento.

Tal ação é possível graças à oferta de sala para reunião da laje corporativa. Ela é usada de maneira colaborativa entre todos do coworking, mas pode ser reservada conforme a necessidade. Assim, é atendido em um ambiente completo na hora de resolver seus problemas e de dar conta de seus interesses.

Essa também é uma possibilidade para que a empresa faça reuniões entre os próprios funcionários, de modo a manter o controle empresarial.

Ambiente de convivência

A colaboração é um elemento cada vez mais relevante no mundo dos negócios atualmente. Compartilhar experiências, dificuldades e pontos de vista é uma forma de fazer com que os negócios ganhem robustez e diferenciação no mercado.

Um coworking oferece exatamente isso ao contar com um ambiente de convivência. De uso comum, os diversos funcionários e empreendedores podem compartilhar e colaborar entre si, trazendo experiência e resultados melhores para todos.

Estrutura física

Não menos importante uma laje corporativa usada para coworking também dispõe de estrutura física completa. Como a única diferença é que o mesmo espaço é usado por vários negócios, todo o restante das características permanece igual.

A laje corporativa conta com banheiros, por exemplo, e também tem vaga na garagem. Além disso, o prédio em si possui questões ligadas à segurança — como controle de acesso e circuito interno de câmeras — e ao desempenho, como a oferta de internet e cabeamento completo.

Isso garante que trabalhar nessa opção seja seguro, conveniente e com tudo o que é necessário para atingir o sucesso.

Montar um coworking em uma laje corporativa é uma solução conveniente, colaborativa e que tem muitas chances de sucesso. Para tanto, é fundamental escolher o espaço correto.

Está ainda mais interessado no assunto? Quer investir em um bom espaço de coworking? Conheça os empreendimentos Square Tatuapé Work, Vilela 652, Bernini Empresarial e Higgs Empresarial, todos perfeitos para essa função!