Tatuapé prepara sua versão da Berrini com hotéis, lojas e pequenos apartamentos

Início » Blog » Tatuapé prepara sua versão da Berrini com hotéis, lojas e pequenos apartamentos

Tatuapé prepara sua versão da Berrini com hotéis, lojas e pequenos apartamentos

A promessa é antiga: gerar empregos na zona leste –um deserto econômico, nas palavras de Marco Antonio Melro, incorporador e presidente da Porte.

Na beira da Radial Leste, entre as estações Belém e Carrão do metrô, a construtora já iniciou as obras do chamado Eixo Platina. O projeto é criar uma espécie de “Berrini da ZL” no Tatuapé. Em sua primeira fase, serão levantados até 2024 seis empreendimentos de uso misto.

No total, o eixo terá 347 mil m² de área construída, com hotéis, lojas, centro de convenções, salas comerciais e espaço para coworking. Um teatro com mil lugares está previsto, além de um polo com 16 a 20 salas de cinema.

“Jovens qualificados saem da zona leste, porque os melhores empregos e universidades estão fora”, diz Melro. Para tentar reter esse público, serão construídos apartamentos menores, de 35 m² a 70 m², e estrutura para instalação de uma faculdade, com 2.000 m².

Segundo a empresa, a Fundação Getúlio Vargas deve abrir uma unidade de pós-graduação. Procurada, a FGV não confirma.

*

‘BERRINI DA ZL’


Ilustração Luciano Veronezi

 

6
empreendimentos de ocupação mista (comercia e residencial)

_

2
hotéis

_

20
salas de cinema e um teatro com mais de mil lugares

_

27 mil
metros quadrados de área residencial, sobretudo unidades de 35 m² a 70 m²

_

20 mil
postos de trabalho poderão ser criados com a inauguração do eixo, segundo a construtora

Fonte: Folha de S. Paulo